Testes regressivos

Teste regressivo é como chama-se a atividade de reanalisar um programa depois dele sofrer modificações, ou seja, ser atualizado, incrementado, sendo isto feito para garantir que as mudanças realizadas e novas partes do programa comportem-se corretamente. Geralmente estes testes regressivos são realizados fazendo-se novas reexecuções, completas ou parciais, de um conjunto de testes já existentes. Este conjunto de testes que são executados novamente recebem o nome de suíte de testes regressivos.
Continue lendo

O que é Leasing (Arrendamento Mercantil)

Arrendamento mercantil, ou leasing, é um contrato através do qual a arrendadora ou locadora (a empresa que se dedica à exploração de leasing) adquire um bem escolhido por seu cliente (o arrendatário, ou locatário) para, em seguida, alugá-lo a este último, por um prazo determinado. Ao término do contrato o arrendatário pode optar por renová-lo por mais um período, por devolver o bem arrendado à arrendadora (que pode exigir do arrendatário, no contrato, a garantia de um valor residual) ou dela adquirir o bem, pelo valor de mercado ou por um valor residual previamente definido no contrato.
Continue lendo

O desafio de chamar a atenção do consumidor

Nos nossos dias atuais, o mundo está rodeado de mensagens que são transmitidas 24 horas por dia. De uma lado encontram-se as organizações buscando estabelecer uma comunicação que permita concretizar as vendas e negócios, e de outro os consumidores que cada vez mais necessitam de informações que os auxiliem na decisão sobre a compra de um produto ou serviço.
Continue lendo

O que são Métodos Formais

É muito difícil garantir a qualidade de software a partir de inspeções informais, tanto pelo tamanho do software como pela complexidade das linguagens e paradigmas de programação. Métodos Formais são “técnicas baseadas na matemática para descrever propriedades de um sistema”. São usados para a especificação, construção por refinamento e verificação de sistemas de software e hardware, com o objetivo de atingir níveis de qualidade mais elevados e aumentar a confiança na correção do software através de provas formais, refinamentos e testes.
Continue lendo